Mentiras que podem causar demissão no trabalho

Avaliação:

(6 Avaliações)

Por Redação SM -

Inventar doença é um exemplo de mentira que pode provocar justa causa

As mentiras no mercado de trabalho são comuns, apesar dos riscos que um profissional corre ao inventar uma história. A seguir, veja quais são as inverdades mais recorrentes, segundo o advogado e professor de direito do Mackenzie, Elton Duarte Batalha, a gerente de seleção da Fundação Muder, Sueli Fernandes, o presidente do Sindtêxtil-SP, Luiz Arthur Pacheco, e a administradora de empresas e diretora da Locar Guindastes e Transportes Intermodais, Marina Simões. 

Currículo turbinado
Frequentemente, as mentiras começam antes mesmo de se conseguir um emprego. Currículo recheados de informações que não são verdadeiras, como habilidades e experiências que nunca aconteceram, pode iludir o empregador, mas os exageros são facilmente desmascarados no dia a dia da função. 

Inventar doença
Outra mentira bastante comum é o famoso atestado médico falso ou rasurado, para justificar faltas ou atrasos. Se descoberto, pode resultar em demissão por justa causa. 

Velório da “avó”
“Matar” parente distante ou até mesmo animais de estimação pode render dois ou três dias de folga. Às vezes, o chefe não percebe, mas os colegas de trabalho, que conhecem melhor o mentiroso, podem notar a trapaça. Cuidado!

Fonte: O Estados de S. Paulo

Comentários

Comentar com:
Publicidade

ENQUETE

Com soluções diferenciadas e muitas vezes a um custo mais acessível, as startups têm ajudado empresas de diferentes setores a resolver os problemas mais diversos. Diante disso, você já pensou em ter uma startup como parceira do seu supermercado?

GPS - Guia prático de sortimento

Aqui você pode navegar por todas as seções e categorias de produtos. Utilize um dos filtros abaixo para visualizar as informações:

BUSCAR
Publicidade